tiras & personagens

Mendigourmet




.

Seu Cosmo

Sempre gostei de velhinhos e velhinhas. Pessoas de idade sempre me pareceram mais livres, talvez por terem alcançado uma compreensão da vida impossível de se ter na juventude, pela inexperiência, e na vida adulta, devotada à produtividade e às coisas "úteis". Passadas estas fases da vida - se estas, naturalmente, foram bem vividas e proveitosas em termos de experiências - algo mais sutil e simultaneamente mais substancial pode ser expresso: a vida vivida dota o ser humano de um lastro que só o tempo e seus diversos tempos podem construir.
Seu Cosmo nasceu por acaso, neste primeiro cartum logo aí abaixo. E, de cara, revelou suas características principais, compondo um tipo que observa a realidade de um ponto de vista equidistante, afetivo porém não movido por paixões ou partidarismos e, principalmente, com um senso de humor expresso em comentários que transitam dubiamente entre a ironia e a inocência.
Seu Cosmo é, antes de qualquer outra coisa - ou depois de todas as coisas vividas... - um livre pensador.

~

P.S.: Seu Cosmo não seria assim batizado se não fosse a convivência cotidiana, inspiradora e companheira de Christiane Valente, ela também uma livre pensadora.

.

Seu Cosmo: consumo e qualidade de vida

Publicada no site HUMOR POLÍTICO

~

Seu Cosmo e a honestidade inversamente proporcional

Publicada no site HUMOR POLÍTICO

~

Seu Cosmo e a Marcha da Maconha



.


Tudo a ver com o peixe

Lá pelos idos de 1978, adolescente ainda, criei uma tirinha em que os personagens eram todos peixes - daí o nome, um trocadilho com o ditado popular "nada a ver com o peixe"...

Personagens e piadas das tirinhas eram metáforas para a situação política que o Brasil vivia à epoca, ainda na fase pré-abertura política, anistia e Diretas Já.

.










.

Um comentário:

Christiane Valente disse...

Adorei. hehehehehehehhe